Arquivo da tag: Projeto Rondon Minas

Equipe faz diagnóstico rural em comunidade quilombola de Minas Novas

Em mais um dia do Projeto Rondon® Minas – Intervenção no Médio Jequitinhonha Pela Cultura Quilombola, parte da equipe de voluntários foi à Comunidade Quilombola de Macuco, em Minas Novas.

7-01

Foi realizado, junto aos moradores locais, um diagnóstico rural participativo para levantar dados socioeconomômicos das pessoas que residem na comunidade.

Você pode ter todos os detalhes da Intervenção, CLICANDO AQUI.

Acompanhe mais fotos:

Anúncios

Vozes da Resistência: quilombos urbanos de BH são tema de seminário

CAPA_VERT3-1-01

Foi realizado nos dias 6 e 7 de outubro, no auditório do Museu Histórico Abílio Barreto, em Belo Horizonte, o Seminário Vozes da Resistência: Em defesa do direito quilombola, que debateu a situação atual dos quilombos urbanos de Belo Horizonte.

O evento foi realizado pela Defensoria Pública da União em Minas Gerais (DPU/MG), em parceria com o Instituto Rondon Minas, CEFET-MG, Centro de Documentação Eloy Ferreira da Silva (Cedefes); e com o apoio cultural do Museu Histórico Abílio Barreto, Fundação Municipal de Cultural e Prefeitura de Belo Horizonte.

O objetivo do seminário foi difundir o conhecimento do tema na sociedade, além de divulgar os parâmetros normativos que regulam os direitos quilombolas, discutindo a situação concreta das comunidades existentes na capital mineira, a partir da perspectiva das Defensorias Públicas.

O Instituto Rondon Minas, que há 10 anos promove os direitos humanos em todo o Estado, a oportunidade em poder contribuir nesta causa é um grande avanço para geração de novos projetos e ideias na área. “A nossa intenção é criar grupos de estudos e práticas interdisciplinares, intersetoriais e transversais junto às Comunidades Quilombolas de Belo Horizonte e aos órgãos competentes para se propor soluções efetivas e de impacto social que estejam de acordo com a justiça, os direitos humanos e o interesse das comunidades que têm seus direitos violados a tanto tempo”, analisou Luciana Priscila do Carmo, presidente do Instituto.

SEMINÁRIO-2-01

Para o defensor público federal, Estêvão Ferreira do Couto, expositor e um dos organizadores da atividade, o Seminário foi uma experiência rica e esclarecedora. “É preciso dar voz às essas pessoas que há anos vêm sofrendo com diversos fatores que prejudicam sua cultura, suas raízes. As comunidades quilombolas têm direito a um território para que suas tradições sejam mantidas. Mas nem sempre a lei é aplicada. E por isso este Seminário é importante para que possamos discutir as estratégias e medidas que devemos tomar para efetivar estes direitos em favor delas”, completou.

DOCUMENTÁRIO

No dia 8 de outubro foi lançado também o documentário Vozes da resistência: os quilombos urbanos de Belo Horizonte, com direção geral de Zuleide Filgueiras, e argumento e direção de conteúdo do defensor Estêvão Ferreira Couto, no cine Humberto Mauro (Palácio das Artes). O documentário é um longa-metragem, e tem como tema central a questão da regularização fundiária do território de três comunidades quilombolas da capital mineira: Luízes, Mangueiras e Manzo Ngunzo Kaiango.

Por meio das reivindicações dos personagens, o documentário denuncia as injustiças históricas, a invisibilidade social, o racismo sofrido, as expressivas perdas territoriais, a falta de acesso aos bens públicos, a violação de direitos humanos, a interferência da cidade na identidade cultural dos grupos e os anseios para o futuro.

Instituto Rondon Minas fará Mesa de Memórias na Puc Minas

O Projeto Rondon® Minas será o tema de uma Mesa de Memórias no X Seminário de Extensão Universitária da Puc Minas. O evento está marcado para o dia 18/09 e irá discutir as ações e resultados das intervenções do Projeto em seus 8 anos junto à Puc Minas e, de uma forma geral, em seus 10 anos de atuação em prol do desenvolvimento socioambiental e pelos direitos humanos de todos os mineiros.

Você pode fazer a inscrição gratuitamente aqui: MESA DE MEMÓRIAS – INSCRIÇÕES

Anote em sua agenda:

Data: 18/09

Horário: 19h às 21h

Local: Puc Minas – Campus Coração Eucarístico – Prédio 5 – Auditório 2

BANNER - FACE-01