Arquivo da tag: Social

Equipe faz diagnóstico rural em comunidade quilombola de Minas Novas

Em mais um dia do Projeto Rondon® Minas – Intervenção no Médio Jequitinhonha Pela Cultura Quilombola, parte da equipe de voluntários foi à Comunidade Quilombola de Macuco, em Minas Novas.

7-01

Foi realizado, junto aos moradores locais, um diagnóstico rural participativo para levantar dados socioeconomômicos das pessoas que residem na comunidade.

Você pode ter todos os detalhes da Intervenção, CLICANDO AQUI.

Acompanhe mais fotos:

Anúncios

“Mão-na-massa” no 1º dia de Intervenção no Médio Jequitinhonha

O sábado foi de muito trabalho no primeiro dia do Projeto Rondon® Minas – Intervenção no Médio Jequitinhonha Pela Cultura Quilombola.

E será assim durante os próximos quatro dias, onde três equipes estarão se dedicando junto às comunidades quilombolas de Caititu do Meio (Berilo), Moça Santa (Chapada do Norte) e Macuco (Minas Novas) para um mapeamento da potencialidade cultural e requalificação dos centros comunitários.

i-3-01

Esta ação é realizada com recursos arrecadados por meio de doações e eventos, além de mutirão de limpeza, pintura, instalação elétrica e outras iniciativas. As atividades fazem parte da metodologia do trabalho comunitário focado nas trocas de conhecimentos técnicos, científicos e do saber popular e tradicional das comunidades e também permitem que os Rondonistas e os Quilombolas coloquem a mão-na-massa.

Esta ideia nasceu das próprias comunidades no diagnóstico realizado pelo Instituto Rondon Minas entre dezembro e janeiro deste ano.

A preservação da cultura Quilombola é uma das características maiores da resistência destas comunidades quilombolas no semiárido do Vale do Jequitinhonha.

Como consequência, ter um espaço valorizado para as apresentações destas manifestações culturais enriquecerá os momentos de lazer das comunidades, esperando, assim, incentivar o repasse das tradições, podendo ainda promover a geração de renda por meio do Turismo Quilombola de Base Comunitária.

Estas comunidades participam da Rota dos Quilombos, que será lançada em breve, e a estimativa é que este apoio na infraestrutura ajude no planejamento coletivo de desenvolvimento local das comunidades envolvidas.

Você pode ter todos os detalhes da Intervenção, CLICANDO AQUI.

Veja mais fotos:

Rondonistas já estão no Jequitinhonha para darem início à Intervenção de Julho

Os rondonistas selecionados para o Projeto Rondon® – Intervenção no Médio Jequitinhonha Pela Cultura Quilombola já estão no local para darem início às atividades das ações.

O grupo, que saiu de BH ontem pela manhã, vão se dividir em três equipes em uma nova configuração de atuação para geração de impacto social.

As Comunidades Quilombolas de Caititu do Meio, em Berilo, Moça Santa, em Chapada do Norte, e Macuco, em Minas Novas, serão as parcerias que trabalhão junto com o Projeto.

IMAGEM MATÉRIA - INTER-01

A Intervenção no Médio Jequitinhonha é uma ação do Instituto Rondon Minas com diversos parceiros. Você pode ter todos os detalhes, CLICANDO AQUI.

O Projeto ainda está em campanha de captação. Se você ainda quer fazer parte desta rede de “Amigos do Projeto Rondon Minas”, entre em contato com diretoria@institutorondonminas.org.br

Saiba tudo sobre a Intervenção no Médio Jequitinhonha

O Instituto Rondon Minas não pára. Com a atuação em diversas frentes, a Instituição volta as atenções para o Projeto Rondon® Minas – Intervenção no Médio Jequitinhonha pela Cultura Quilombola, que tem data prevista para julho deste ano.

A ação pretende incentivar a valorização da cultural local por meio da renovação de centros comunitários de comunidades quilombolas dos municípios de Berilo, Chapada do Norte e Minas Novas.
 ——
2000px-MinasGerais_Meso_Jequitinhonha.svg
Vale do Jequitinhonha, MG.
A proposta pode beneficiar muitas de pessoas, trazendo mais cultura, engajamento e geração de renda para a população.
 ——
Para angariar fundos, durante todo o período, o Instituto Rondon Minas irá promover eventos, festas, encontros e cursos, além de doações e patrocínios. Você pode contribuir com o trabalho, participando destas modalidades e também se associando à ONG.
 ——
Quer mais detalhes desta Intervenção? Clique aqui e conheça mais do Projeto Rondon® Minas – Intervenção no Médio Jequitinhonha pela Cultura Quilombola
LOGOAPLICAÇÃO-01

Instituto Rondon Minas participa de mutirão da DPU Itinerante em Berilo

Em uma parceria que vem dando resultado desde 2013, o Instituto Rondon Minas trabalhará na DPU Itinerante, que será realizada entre os dias 09/05 e 13/05, em Berilo, região do Vale do Jequitinhonha.

Cartaz Itinerante DPU-Berilo-01

O mutirão, que é coordenado pelo defensor público federal Estêvão Ferreira Couto, e é resultado de diagnóstico social levantado pelo Instituto Rondon Minas. A DPU Itinerante também tem parceria do INCRA/MG, da Câmera Municipal, CRAS e apoiadores sociais de Berilo. O evento terá atuação no acolhimento de casos relacionados à previdência e assistência social (questões envolvendo benefícios pagos pelo INSS) e ao relacionamento com a Caixa Econômica Federal (empréstimos, financiamentos habitacionais e estudantis).

Dessa forma, a DPU Itinerante para Berilo levará três Defensores Públicos Federais, com uma equipe de apoio de 3 (três) servidores, que auxiliarão os moradores da cidade que tenham processos judiciais.

2000px-MinasGerais_Municip_Berilo.svg
Berilo, Vale do Jequitinhonha, MG

Assim, o morador de Berilo poderá procurar a DPU, durante a semana de 09 a 13 de maio, em diversos casos, como problemas com a Previdência Social (aposentadoria, auxílio-doença, revisão de benefícios , pensão por morte), dívidas com a Caixa Econômica Federal; problemas de saúde (necessidade de internação e de medicamentos de alto custo, como remédios para tratamento de câncer), e em muitos outros casos. O requisito a ser preenchido pelo cidadão com pretensão de ser atendido pela DPU é integrar grupo familiar cuja renda não supere o limite de isenção do imposto de renda, isto é, R$ 2.640,00.

IMAGEM MATÉRIA-01

Resultado de sucesso

A parceria entre DPU/MG e Instituto Rondon Minas vem desde 2013, com a realização da Edição Regional do Projeto Rondon® Minas Direitos Humanos, focado na temática do Direito Previdenciário e realizado em parceria com a Extensão Universitária da PUC Minas em seu piloto. A atividade foi realizada em Sabinópolis, no Vale do Rio Doce.

O resultado deste Projeto Piloto se deu com o atendimento de 207 casos apresentados durante a atuação da DPU itinerante no município, em junho de 2015, exatamente dois anos depois do mapeamento de demandas. A ação do Instituto, do início até hoje, é coordenado pela turismóloga Luciana Priscila do Carmo, atual presidente da ONG.

Durante este período houve continuidade das ações do Projeto Rondon® Minas de articulação e mobilização tanto da Rede formada no município, como também da equipe da DPU/MG. Assim, segundo Relatório da entidade sobre os atendimentos realizados em junho de 2015, toda a população que dependia de um atendimento jurídico gratuito, mas que antes precisava conhecer seus direitos e as especificidades de cada caso, teve o tempo hábil para prepararem seus documentos como laudos médicos, resultados de exame, notas fiscais de medicamentos, entre outras provas de suas necessidades.

IMAGEM MATÉRIA1-01

A DPU conseguiu, de forma imediata, abrir 127 processos de assistência jurídica, ou seja, 60% dos casos atendidos e antes mesmo de incidir em processos jurídicos. A própria entidade realiza aproximação junto ao INSS e tenta articular a solução dos casos por meio de ações administrativas, diminuindo substancialmente o tempo gasto com os processos judiciais.